Compartilhe esta matéria!

Ache onde melhor se aconchega, E vamo curtir um som juntos

A banda casacasta se prepara para  postar seu primeiro projeto realizado a distância

A banda Casacasta  existe desde 2008, é composta por João Robatini, 38 anos (voz e guitarra), Paulo Gabriel Rodrigues, 23 anos (baixo) e Pedro Gabriel Brito, 36 anos (bateria). Todos os integrantes estudam ou estudaram música.

No ano de 2020 tiveram  a satisfação de ser contemplados pelo Fundo de Apoio a Cultura, que teve o objetivo de promover a gravação de 5 singles ao longo de 5 meses e promovê-los por meio das mídias sociais. “Contamos com uma equipe incrível formada por Janaína Montalvão, que assumiu nossa frente de imprensa e organização de marketing; Thalisson Francelino, que foi o responsável por todo o design gráfico, inclusive criou uma capa para cada música lançada; Fábio Barrera, responsável pela organização geral do funcionamento do projeto”.

 A banda afirma que o  projeto teve importância principalmente para com o aprendizado em relação às redes sociais e o amadurecimento da banda. Ao longo desses 5 meses além dos lançamentos das músicas, promoveram também lives mensais no Instagram com diversos convidados que relataram assuntos como: Arte digital, composição musical e sociedade; carreira artística e parentalidade. 

Ao final do projeto realizaram um momento extremamente especial para a banda, que foi a Live de 10 anos do Casacasta, gravada pela VTR Live Media no espaço cultural Pequizeiro. “Tivemos a oportunidade de arrecadar ajuda financeira para a unidade de Sobradinho da APAE-DF, que devido a pandemia da COVID-19, estava passando por dificuldades. Nessa live tivemos também a participação de antigos membros da banda e colaboradores. Foi uma ótima forma de estar perto dos nossos fãs, apesar de todas as adversidades que todos estávamos vivendo. Tivemos boas respostas das pessoas que nos acompanham ao longo desses anos, foram momentos muito emocionantes”. 

Projetos futuros

O Casacasta está se preparando para uma nova fase de produções em 2021, não só musicais, como também audiovisuais. Tudo feito artesanalmente em casa, novas músicas e novas experiências. 

“Encarar a responsabilidade de trabalhar com música autoral nunca foi fácil. Quando nós começamos os recursos para se produzir e gravar eram muito caros, não se tinha tanta facilidade de produção caseira como hoje. Então, levantar recursos para se ter o seu CD gravado era um desafio, para isso a banda participou de alguns festivais até conseguir o terceiro lugar bem premiado no Festival de Música Popular do Gama, que acarretou fundos para a gravação do primeiro CD, PROGRESSO, daí em diante tivemos um primeiro pontapé para ingressar de vez na cena musical da cidade”.

Os integrantes afirmam que tem sido um passo de cada vez, estão sempre trabalhando para continuar produzindo, apesar da distância, mantém reuniões por vídeo-chamada para discutir novas ideias de como compor e produzir a distância, além de manter as redes sociais atualizadas, que é um desafio para a banda, que vem de uma cultura mais artesanal de divulgação da música, mas que em seu  ritmo criaram uma forma de se relacionar a partir dessa ferramenta tão útil.

“Nosso primeiro experimento de produção a distância deve sair em breve, onde todo o processo de criação e gravação foi feito a distância ou seguindo os protocolos de saúde no contexto da pandemia atual em nosso estúdio. Foi e está sendo bem desafiador, mas também tem sido momentos de muito aprendizado, onde aprendemos diversas linguagens, do design gráfico a técnicas de gravação em home studio”. 

(Imagem: Cadu andrade)

A banda

A banda tem influências que passeiam por diversos jardins sonoros existentes, da MPB ao Rap, passando pelo rock, forró e até funk. Não há limites para a apreciação musical.
“Para citar nomes não podemos deixar de falar em Lenine, Céu, Planet Hemp, Marechal, Gilberto Gil, Djavan, Natiruts, Ellen Oléria, Cássia Eller, Jorge Ben Jor. A lista é bem mais extensa, pois no Brasil e no mundo há muitíssimos artistas incríveis que estão sempre renovando nossas ideias musicais e culturais”.

O Casacasta mantém essa influência ativa nas composições. Ser uma banda de rock nesse sentido talvez seja usar o rock como alicerce maleável, revoltoso e indignado para essas outras expressões musicais que estão o tempo todo sendo absorvidas por nós. 

 Os integrantes tem o objetivo de compartilhar reflexões existenciais, provocar questionamentos sobre nossa realidade como sociedade brasileira, da perspectiva de quem viveu e vive na periferia, além de compartilhar também suas alegrias enquanto pessoas, provocar emoções, sejam elas energizadas pela revolta ou pela alegria de dançar com nosso som. Casacasta é um espaço aberto a todas as mentes que mesmo conscientes das injustiças sociais, saiba curtir bons momentos, pois sem a alegria de se viver não vale a pena lutar por melhores condições sociais para todos.


“Chega junto, 

Deixe os sapatos do lado de fora
Ache onde melhor se aconchega
E vamo curtir um som juntos. No amor e fúria, é o que o momento pede” (Casacasta, 2021)

O Casacasta é uma banda que trabalha praticamente só com músicas autorais, pois esse é um dos princípios da banda. Atualmente suas músicas podem ser encontradas na maioria das plataformas de Streaming, como spotify, deezer, youtube e apple music. E para ficar ligado nos lançamento siga a banda nas redes Instagram: @casacasta Facebook: Casacasta 

Alô Valparaíso/