A atuante deputada distrital Luzia de Paula (PEN), recentemente, dirigiu-se até o Centro de Ensino Educacional 06, no P Sul, em Ceilândia, para atender uma demanda da comunidade da QNP 16 e dos estudantes do CED 06.

Na ocasião, estudantes e moradores estiveram reunidos com a parlamentar, que prestativamente convidou o comando local da Polícia Militar, representado pelo Capitão Maurício e o administrador de Ceilândia, Vilson Oliveira. O deputado Reginaldo Veras (PDT) também marcou presença no encontro, onde foram abordadas questões pertinentes à segurança pública.

Foto: Assessoria da deputada distrital Luzia de Paula

A Assessoria de Imprensa da deputada informa que a comunidade reivindicou a manutenção de um Posto Policial na região. Segundo o capitão Maurício, a Polícia Militar teve a necessidade de adotar medidas de contenção. O responsável pelo policiamento no Distrito Federal, ainda lembrou-se da falta de efetivo e ressaltou a necessidade de se adequar a demanda em relação à criminalidade.

“Houve um aumento na ostensividade, aumentamos a quantidade de PM´s nas viaturas. E esse trabalho resultou na redução da criminalidade. Porém, essa medida causou a desativação dos postos policiais comunitários, ou melhor, os postos não terão mais a presença de um policial fixo, pois precisamos destes policiais nas viaturas”, concluiu o capitão.

Foto: Assessoria da deputada distrital Luzia de Paula

A deputada Luzia de Paula intermediou todo o debate, que resultou na manutenção do posto policial. “Quero agradecer ao capitão Maurício que se comprometeu a manter o posto policial como ponto de apoio, mas é importante que os estudantes e a comunidade se organizem com a polícia militar para definirem como ficará o posto policial daqui pra frente. Quero me comprometer com a escola e ajudar no que for possível”, finalizou Luzia de Paula.

Foto: Assessoria da deputada distrital Luzia de Paula

Os estudantes agradeceram a presença da deputada Luzia de Paula, do administrador de Ceilândia e do representante da Policia Militar. Agradeceram a iniciativa da deputada em sair do gabinete e convidar os órgãos públicos para irem até eles na tentativa de solucionar o problema.

Foto: Assessoria da deputada distrital Luzia de Paula

Ficou acordado que o posto policial será mantido. Não haverá mais a presença de um policial, 24 horas no posto, porém o posto não será fechado por definitivo. Os estudantes ficaram satisfeitos, pois entendem que a presença do posto gera segurança para a população

Por Marcelo Carlos