No ano de 2012, em suas caminhadas por Valparaíso, a então candidata à Prefeitura, Lucimar Nascimento (PT), discursava aos quatro cantos: “Uma de minhas propostas é criar a Guarda Municipal, a exemplo de muitos municípios brasileiros”. É o que diz vários registros da época, e também, o seu companheiro de partido, o vereador Professor Silvano.

Contudo, opiniões mudam com o tempo, principalmente, com o surgimento de vaidades políticas em busca dos holofotes do poder. Em outrora era simples, atualmente, a Professora Lucimar parece ter sido picada pela mosca azul.

Em 2006, a então vereadora Lucimar apresentou um projeto favorável à criação da Guarda Municipal, hoje prefeita, parece ter mudado a sua posição no que diz respeito à implantação da Guarda Municipal, em Valparaíso de Goiás.

Porém, com uma visão diferente da atual Prefeita, existe o vereador Professor Silvano, um homem que vem pensando em melhorias para a segurança da cidade. Recentemente, o petista apresentou na Câmara Municipal, o Projeto de Lei Nº 211/15 que visava à criação da tão sonhada Guarda Municipal de Valparaíso.

A iniciativa foi inicialmente aprovada em votação na Casa de Leis. No entanto, a prefeita Lucimar Nascimento, vetou a proposta apresentada por seu companheiro, colocando em lados opostos as duas maiores lideranças do Partido dos Trabalhadores de Valparaíso de Goiás. O PL  Nº 211/15 voltou para a CMVG e o veto do Poder Executivo foi aprovado pela maioria dos vereadores que compõe o Governo do PT. 

Lucimar Nascimento mudou, não é mais a mesma dos tempos de Legislativo. A prefeita que prometeu grandes mudanças para a cidade segue atirando em seus próprios pés. O último tiro foi vetar a criação da Guarda Municipal, alegando inconstitucionalidade no projeto. Um fato engraçado e embaraçoso ao mesmo tempo. No passado não existiam ilegalidades, no presente surgiram mil e uma dificuldades. Ao que tudo indica, a proposta de Silvano foi vetada simplesmente por vaidade política.

CLIQUE  E VEJA O PL 211 DA GUARDA MUNICIPAL

Por Marcelo Carlos