Ortodents: A melhor clínica odontológica de Valparaíso Leia Mais

O melhor escritório de contabilidade de Valparaíso Leia Mais

 

Marconi apresenta a empresa espanhola projeto do trem Goiânia-Brasília

Depois de ter apresentado para autoridades e investidores espanhóis o projeto do trem de alta velocidade Goiânia-Brasília, e a licitação para a concessão do trecho da Ferrovia Norte-Sul entre Porto Nacional (TO) e Estrela D’Oeste (SP), o governador Marconi Perillo tratou de ambos os temas em reunião com o presidente da Renfe Operadora, Juan Alfaro Grande, na tarde desta segunda-feira, dia 23, em Madri, na Espanha. O presidente demonstrou interesse em conhecer detalhadamente os projetos.

A Renfe é a maior empresa ferroviária da Espanha, e oferece todos os níveis de serviços ferroviários com conexões de alta velocidade. O grupo Renfe atua em quatro setores: transporte de passageiros e comercialização de produtos associados em ambientes metropolitanos, regionais, nacionais e internacionais (Renfe Viajeros); transporte de mercadorias e serviços de logística (Renfe Mercancías); manutenção e trabalho industrial (Renfe Fabricação e Manutenção); e gerenciamento de material circulante disponível no mercado (Renfe Rental of Railway Material).

Marconi, que estava acompanhado do diretor-geral da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Jorge Bastos, informou ao presidente da Renfe que o projeto executivo do trem Goiânia-Brasília será aberto à concorrência pública em novembro. Explicou que tanto esse projeto quanto o da Norte-Sul foram realizados pela ANTT e têm o apoio institucional do Governo de Goiás.

Informou, também, que a licitação para a concessão da Norte-Sul será realizada ainda no primeiro semestre do ano que vem, depois que o governo federal decidiu incluir a ferrovia no pacote de terceirizações na área de infraestrutura, composto por rodovias, portos e aeroportos. O trecho a ser concedido para a iniciativa privada atravessa Goiás, passando por Anápolis e integrando-se ao Porto Seco e ao Aeroporto de Cargas de Anápolis. Jorge Bastos destacou que o leilão será pelo maior valor de outorga e o prazo de concessão, de 30 anos, com possibilidade de renovar por mais 30. A União realiza audiências públicas sobre a concessão.

Marconi demonstrou a viabilidade econômica do projeto, destacando que o trem vai atravessar, entre Goiás e o Distrito Federal, uma região formada por 10 milhões de consumidores, com taxas de crescimento acima da média do Brasil.

Jorge Bastos disse também que o encontro com os investidores espanhóis deixou claro o interesse do país europeu pelo projeto do trem de passageiros. “As nossas expectativas são as melhores possíveis. O governo espanhol, na Europa, foi o último a investir muito na tecnologia de alta velocidade e eles têm uma expertise muito grande no setor”, disse. “Os investimentos aqui na Espanha já se reduziram, eles já fizeram a maior parte desses investimentos, então o momento é muito propício para a apresentação do projeto brasileiro”, disse.

Marconi encerrou a agenda desta segunda-feira em encontro com o secretário de Estado de Infraestrutura, Transporte e Habitação, Julio Gómez Pomar, com quem também debateu os projetos ferroviários e outros temas relacionados à mobilidade urbana. Acompanharam o governador o secretário da Fazenda, João Furtado; o secretário de Desenvolvimento Econômico, Francisco Pontes; e o presidente do Sifaeg, André Rocha.

Via Agência Brasil 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Web Design BangladeshBangladesh Online Market