Ortodents: A melhor clínica odontológica de Valparaíso Leia Mais

O melhor escritório de contabilidade de Valparaíso Leia Mais

 

Mãe pede doações para filha fazer tratamento, no Entorno do DF

Ana Lucia Rodrigues Martins, moradora do Vale do Pedregal, município de Novo Gama-GO, procurou a nossa reportagem, na última semana, e contou a história da filha, a jovem Raquel Rodrigues Isidoro, de apenas 19 anos.


Dona Ana, uma viúva, de 54 anos, relatou que Raquel foi diagnosticada com uma disfunção na visão denominada Ceratocone. A doença afeta os olhos e por conta de modificações na córnea, faz com que o formato seja modificado e se torne mais fina, causando a distorção da visão, ou até fazendo com que o paciente tenha a visão das coisas e pessoas multiplicadas.

Ana Lucia afirma que, devido ao problema visual, a garota precisa com urgência realizar um procedimento em ambiente cirúrgico, que segundo ela custa em torno de R$ 3.500,00 (três mil e quinhentos reais). Contudo, a mãe da menina não possui condições financeiras para arcar com os custos do tratamento e diante disto resolveu pedir ajuda através de doações.

“A Raquel tem essa doença visual chamada Ceratocone. De ano em ano ela faz todos os exames que são recomendados pelos médicos e ainda usa lentes de contato. Porém, a doença evoluiu muito no olho esquerdo e os médicos aconselharam a realizar o Crosslinking”, conta a mãe.

O Crosslinking é uma opção de tratamento menos agressiva que o transplante e indicado para evitar a progressão do Ceratocone, através do aumento da rigidez e da resistência da córnea. Não ocorre alteração estética com o procedimento. O tratamento associa a riboflavina (vitamina B2) à luz ultravioleta, o que provoca novas ligações entre as moléculas de colágeno da córnea, fortalecendo-a e estabilizando a doença. O procedimento demora cerca de 1 hora e meia e é realizado em ambiente cirúrgico, com o paciente deitado e utilizando colírio anestésico.

Segundo Ana Lúcia, o altíssimo valor do tratamento, infelizmente, não pode ser coberto pelo Sistema Único de Saúde, e, por esse motivo, ela segue pedindo a ajuda de amigos e conhecidos para somar a quantia necessária cobrada por um hospital particular. “O SUS não cobre a cirurgia que custa mais de R$ 3 mil. Então, estou pedindo ajuda e até agora consegui R$ 1,5 mil”, conclui Dona Ana.

Para realizar doações em dinheiro, os interessados deverão ligar para Ana Lucia Rodrigues Martins, no número (61) 9259-0703 ou realizar depósito na seguinte conta:

Banco: Bradesco
Agência: 2113
Conta Corrente: 0029774-7
Nome: Ana Lúcia Rodrigues Martins.

Por Marcelo Carlos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Web Design BangladeshBangladesh Online Market