Ortodents: A melhor clínica odontológica de Valparaíso Leia Mais

O melhor escritório de contabilidade de Valparaíso Leia Mais

 

Primavera chega com nebulosidade e alivia calor extremo em Goiás

A primavera deve trazer chuvas significativas para Goiás apenas na primeira semana de outubro, mas o aumento dos índices de umidade relativa do ar e de nebulosidade vão aliviar o calor extremo dos últimos dias. A avaliação é da coordenadora do Núcleo de Meteorologia e Hidrologia e superintendente de Políticas e Programas da Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado de Goiás (SED), Rosidalva Lopes Feitosa.

A estação das flores que tem início às 17h02 desta sexta-feira, dia 22, e segue até o dia 21 de dezembro, marca, segundo ela, um período de transição entre os períodos de seca e de chuva em Goiás. Motivo pelo qual apresenta características comuns tanto ao inverno quanto ao verão, intercalando períodos de seca e de pancadas isoladas de chuvas.

Aumento da nebulosidade em Goiás
Rosidalva Lopes explica que, com a chegada da primavera, o clima tende a continuar seco, mas haverá um aumento da nebulosidade devido a áreas de instabilidade que estão se formando na Região Norte do Brasil. Ela explica que essas áreas de instabilidade tendem a “empurrar” um pouco de nebulosidade para a Região Central do País. “E por isso algumas regiões estarão mais propícias a terem as primeiras pancadas de chuva de forma mais significativa, entre elas estão as regiões Oeste, Central e o Leste do Estado. Nas demais regiões continua predominando a massa de ar seca e quente neste início de primavera”, diz ela.

“Chuvas um pouco mais significativas estão previstas a partir do dia 25 de setembro até o dia 5 de outubro, precisamente a partir de três de outubro”. Segundo ela, nesta estação, as temperaturas tendem a ficar altas no decorrer do dia. As mínimas tendem a ser um pouco mais amenas, precisamente, durante as madrugadas, variando entre 15°C, 18°C e 19°C.

Aumento da umidade do ar
Apesar da primavera não trazer, necessariamente, a diminuição das temperaturas, a notícia boa é que os níveis de umidade relativa do ar aumentam com a chegada da nova estação, o que alivia a sensação de calor extremo e melhora significativamente a qualidade do ar. “À medida que nos aproximarmos da estação verão, por volta de novembro e dezembro, as chuvas tendem a aumentar ainda mais e a umidade também”, afirma Rosidalva.

Alerta para economizar água

Apesar do aumento das pancadas de chuvas em Goiás, Rosidalva Lopes alerta para um baixo índice pluviométrico previsto para 2017, seguindo a tendência observada nos últimos três anos em Goiás. “É o aumento do baixo índice pluviométrico que vem ocorrendo nos últimos anos, ou seja, teremos chuvas abaixo da média esperada, o que é bastante preocupante”, adverte a meteorologista.

“É importante dizer à população que é preciso se conscientizar e economizar água, o máximo possível, porque as pancadas de chuvas previstas para esta estação, embora tenhamos falado em chuvas significativas, ainda não serão suficientes para encher os reservatórios, serão pancadas de chuvas, localizadas e rápidas.” Segundo ela uma seca parecida com a que enfrentamos hoje no país, foi registrada em 1975, quando a cobertura vegetal era maior e o índice populacional era menor, portanto as consequências da estiagem não foram tão catastróficas as de quanto agora.

Via Agência Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Web Design BangladeshBangladesh Online Market