Ortodents: A melhor clínica odontológica de Valparaíso Leia Mais

O melhor escritório de contabilidade de Valparaíso Leia Mais

 

Pedágio fica mais caro na BR-040, em Cristalina; veja novos valores

O preço do pedágio ficou mais caro, neste domingo (30), no posto de cobrança na BR-040, em Cristalina, na região sul de Goiás. De acordo com a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) a tarifa para carros de passeio, por exemplo, passou de R$ 4,80 para R$ 5,30 (veja valores abaixo).

O aumento foi autorizado na última quinta-feira (28) e começou a valer nesta madrugada. Os novos valores valem também para as praças de pedágio situadas no trecho da rodovia que passa por Minas Gerais.

Segundo a ANTT, o objetivo do aumento é o “equilíbrio econômico-financeiro do contrato” com a Via 040, empresa que administra a rodovia. Conforme o órgão, a empresa fez investimentos na instalação e operação de controladores de velocidade, que é de responsabilidade do Departamento Nacional de Infraestrutura e Transporte (Dnit).

A BR-040 foi concedida em 2014 à Via 040 para exploração da infraestrutura pelo período de 30 anos.

De acordo com comunicado divulgado pela empresa, “a revisão de tarifa de pedágio em rodovias federais sob concessão ocorre anualmente, conforme previsto no contrato”.

Novos valores

  1. Automóvel, caminhonete e furgão – R$ 5,30
  2. Caminhão-leve, ônibus, caminhão-trator e furgão de rodagem dupla – R$ 10,60
  3. Automóvel e caminhonete com semi-reboque – R$ 7,95
  4. Caminhão, caminhão-trator, caminhão-trator com semi-reboque e rodagem dupla – R$ 15,90
  5. Automóvel e caminhonete com reboque – R$ 10,60
  6. Caminhão com reboque e caminhão-trator com semi-reboque (4 eixos) – R$ 21,90
  7. Caminhão com reboque e caminhão-trator com semi-reboque (5 eixos) – R$ 26,50
  8. Caminhão com reboque e caminhão-trator com semi-reboque (6 eixos) – R$ 31,80
  9. Motocicletas, motonetas e bicicletas-moto – R$ 2,65

Desvio

A cobrança de pedágio no trecho começou no dia 30 de julho de 2015. Para fugir do pagamento, moradores construíram um desvio às margens do posto de cobrança. No entanto, em agosto daquele ano, a Justiça acatou um pedido da Prefeitura de Cristalina e isentou os moradores da cidade de pagar a tarifa e o desvio foi fechado.

A liminar foi suspensa e, no dia 24 de março do ano passado, o pedágio voltou a ser cobrado para todos.

Ainda em março, a Prefeitura da cidade reabriu uma antiga estrada de terra que fica paralela ao posto de cobrança. Segundo a administração municipal, o objetivo foi oferecer uma alternativa para os moradores da cidade, que têm prejuízos ao pagar a taxa toda vez que precisam se locomover pela região. No entanto, na época a a Via 040, concessionária que administra rodovia, questiona a medida.

Via G1-GO

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Web Design BangladeshBangladesh Online Market