Pábio Mossoró cancela comício, fala sobre atentado no sul goiano e de ameaças sofridas em Valparaíso

A última quarta-feira (29) foi marcada por uma barbárie política em Itumbiara, no sul goiano. Um atentado ocorrido durante uma carreata matou o candidato a prefeito, José Gomes da Rocha (PTB), o cabo da PM Vanilson João Pereira, e o atirador, identificado como Gilberto Ferreira do Amaral, funcionário da prefeitura. 

Ficaram feridos, o advogado Célio Rezende, e José Eliton, vice-governador e secretário de Segurança Pública e Administração Penitenciária de Goiás (SSPAP-GO). Ambos foram hospitalizados, e segundo as últimas informações, o quadro de saúde deles é estável.

Em Valparaíso, a triste notícia abalou o candidato a prefeito Pábio Mossoró (PSDB) e resultou no cancelamento de comício na última noite. O tucano esteve em cima do palanque, pediu desculpas a todos os presentes pela não realização do ato político, comentou o fato que levou a morte de três pessoas e pediu paz na reta final das eleições municipais. O clima no município do Entorno Sul não é dos melhores.

“Hoje é um dia muito triste para nós que estamos pleiteando um cargo tão importante da cidade de Valparaíso. Um colega nosso foi assassinado, um homem que eu tive a oportunidade de conhecer, e que disputava na cidade de Itumbiara, o mesmo cargo que disputo aqui. E posso dizer a minha comunidade, talvez, não esteja sendo diferente, a política de lá com a daqui”, declarou Mossoró.

Visivelmente emocionado, Pábio ainda ressaltou que o seu grupo político tem sofrido com ameaças, acusações e mentiras durante a campanha. “Ultimamente, a nossa coligação tem sofrido ameaças. Hoje mesmo, o nosso comício seria mais embaixo, mas infelizmente, nós tivemos que mudar o local”, disse.

Confira na íntegra a nota do tucano sobre o atentado em Itumbiara:

“Quero manifestar minha solidariedade aos familiares das vítimas do atentado com arma de fogo ocorrido hoje em Itumbiara (GO) durante carreata de campanha eleitoral. Que Deus console e conforte a todos. Estamos consternados com o nível de violência praticado num evento que tem a democracia como base.

É de suma importância que as autoridades públicas intercedam nestes últimos dias que antecedem as eleições para assegurar a paz e a segurança de todos os cidadãos.

Quanto ao estado de saúde do governador em exercício José Eliton, é estável e ele não corre risco de morte. Com as bênçãos de Deus em breve ele estará recuperado”.

Por Marcelo Carlos

 

 

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Web Design BangladeshBangladesh Online Market