Ortodents: A melhor clínica odontológica de Valparaíso Leia Mais

O melhor escritório de contabilidade de Valparaíso Leia Mais

 

Negociações viabilizam a retomada das obras do Sistema Corumbá, em Valparaíso

A iminência da retomada das obras do Sistema Produtor Corumbá em Valparaíso e a entrada em pré-operação da Estação de Tratamento de Esgoto de Águas Lindas pautaram a reunião entre o presidente da Saneago, Jalles Fontoura, e a diretoria da Caesb, na quinta-feira, dia 16. 

A empresa goiana informou que está concluindo as negociações com o Ministério das Cidades e Controladoria Geral da União para viabilizar a retomada das obras do Sistema Corumbá. Expectativa é que o relatório final da CGU possa ser apresentado ao Ministério Público Federal (MPF) nas próximas duas semanas para que os recursos sejam liberados. “A previsão é que as obras sejam concluídas em até 18 meses após retomada dos trabalhos”, adiantou Jalles.

O Sistema Produtor Corumbá vai garantir água potável para o abastecimento de cidades goianas no Entorno Sul e, também, do Distrito Federal. As obras estão sendo executadas por meio do Consórcio Saneago/Caesb. Serão atendidos, em Goiás e no Distrito Federal, cerca de 650 mil habitantes, já durante a fase inicial de implantação do Sistema. Com a conclusão vindoura da primeira etapa do projeto, essa abrangência será de 1,3 milhão de pessoas e, ao finalizar a segunda etapa, o número poderá atingir aproximadamente 2,5 milhões de usuários.

ETE Águas Lindas

A Estação de Tratamento de Esgoto em Águas Lindas, empreendimento realizado pelo Consórcio Saneago Caesb, também esteve na pauta da reunião, que discutiu as ações finais para colocar o sistema em pré-operação, o que deve acontecer até o final deste mês. “A ETE conta com sistemas inovadores, de impressionante tamanho e potencialidade, no nível dos melhores padrões do Brasil”, ressaltou o diretor de Produção da Saneago, Marco Tulio Faria.

Para a primeira etapa, 27 mil ligações serão atendidas, tratando cerca de 125 litros de esgoto por segundo. Durante esta fase, serão testadas e operadas quatro estações de bombeamento e a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), incluindo o emissário final.

Via Goiás Agora

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Web Design BangladeshBangladesh Online Market